# Video 19 – E Se…O “Executive” Vira “Life” Coaching?

0 Partilhas
E se o seu Executive Coaching acaba Life Coaching?
É mais comum do que possa parecer um cliente executivo trazer para as sessões temas do seu foro pessoal. É assim por um simples motivo: Por “dentro” do executivo há uma pessoa.
O facto do Coach ser alguém com quem o Cliente possa partilhar muitos dos seus desafios pode levar com naturalidade à partilha de questões pessoais e com isso as sessões de Coaching se arrastarem para o campo mais pessoal.
Qual a melhor forma de lidar com esta realidade tendo em conta que a entidade que contratou o Coaching tem objectivos diferentes?
A empresa escolheu este executivo com o intuito de ele melhorar a sua performance como Executivo. E se por acordo estiver previsto a realização de um relatório (habitualmente regra) este deverá reflectir genuinamente o processo e os progressos do executivo.
Naturalmente que a melhoria da sua Vida pessoal fará dele um melhor executivo. Mas nem sempre é isso que o patrocinador do projecto quer ouvir. A solução passa por trabalhar com o Executivo as suas áreas pessoais, sempre com a preocupação de transferir, ainda que metaforicamente, a sua aprendizagem para o campo executivo. Dessa forma, apoiamos o momento do nosso cliente e não perdemos de vista (nunca o deveremos fazer) as intenções do patrocinador.
O Executivo, o Pai, a Mãe, o Marido, a Esposa são todos uma só pessoa. Sempre que apoiamos um lado da Vida da pessoa apoiamos a outra, se é que existe uma sem a outra.

 

O nosso papel, enquanto Coach, passa por isso por usar a nossa sensibilidade e bom senso de ver simultaneamente o melhor para o nosso cliente, sem nunca ir contra as expectativas bem intencionadas do patrocinador.

Quer ter em primeira mão acesso aos nossos documentos, vídeos e oportunidades? 

Registe-se acedendo AQUI e tenha acesso a conteúdos exclusivos sobre Coaching e Eneagrama.