Antes de melhorar, piora.

0 Partilhas

Antes de melhorar, piora. Talvez devas até achar esta frase clichê… e talvez até estejas certo. Mas isso não tira a importância dela.

A frase é tão verdade, que posso dar-te um exemplo banal do teu quotidiano: O exercício físico.

E qualquer actividade ou mesmo no ginásio, quando começas a fazer um novo exercício, o desconforto muscular na primeira semana é evidente. Por vezes nem dá para te sentares sem te lembrares do treino.

Mas depois de algumas semanas, de repente a dor começa a desaparecer… e com a rotina do exercício, os resultados aparecem.

OU SEJA:

Antes de melhorar, piora.

Ser coach é mais do que aconselhar e ensinar truques de auto-motivação e auto-ajuda. E vai para além de teres um sistema que ajuda as pessoas a crescer. Ser coach inclui um percurso de descoberta de valores e competências a partilhar, que te permitirão conquistar a liberdade financeira e teres um sistema de gestão eficiente. É importante reter que existe uma estratégia ao teu alcance que possibilita cresceres enquanto coach e ganhares uma recompensa gratificante.

 

Um coach de referência sabe motivar apenas com a confiança que transmite o seu olhar, apesar da dificuldade . Com isto quero transmitir que tudo é concretizável com o devido empenho e trabalho. Os conceitos que convido a praticares para alcançares os teus objetivos são: trabalhar a serenidade e enfrentar as dificuldades. A procura de todos os dias para melhorar o teu desempenho necessita do cultivo da paciência e o desafiar do obstáculo emergente.  O Coaching não é um carreira para preguiçosos nem para impacientes.

 

Cultiva a paciência

Para alcançares os teus objetivos não podes ignorar uma palavra importante: paciência. Lembra-te que as coisas não acontecem ao ritmo que tu idealizaste mas sim ao seu ritmo natural que tem de acontecer. E que mais tarde descubrirás, foi o ritmo certo. Todos temos formas de lidar muito distintas com tempos de aceitação que diferem de pessoa para pessoa.

 

Gere a dificuldade

 

Compreende que a melhor forma de lidar com a ineficácia é conhecer ao pormenor a dificuldade que se impõem no teu caminho. É necessário analisar a origem desse obstáculo e a forma como condiciona o teu desempenho. Este tempo de análise pode ser encarado como uma regressão, mas, por vezes, é preciso piorar para, de seguida, melhorar. O passo seguinte será reunir ferramentas que solucionem esses entraves encontrando a chave que abrirá as portas que sempre ambicionaste. Sem esses desafios nunca estarias pronto para o nível que desejas.

 

Fomenta a melhoria diária

 

Assim que tenhas propostas de resolução dos problemas que te inviabilizam, estás preparado para as pôr em prática. A etapa seguinte consiste na avaliação da eficiência de resolução de dificuldades e conceção de propostas alternativas de melhoria. Esta fase não pode ser subestimada, pois, tratando-se de um processo cíclico, a melhoria contínua das nossas competências é fundamental.

 

Converte os obstáculos em vitórias

 

Da teoria à prática, trago-te um exemplo concreto de uma pessoa de sucesso que marcou gerações e que ultrapassou peripécias. Um caso carismático foi o de Walt Disney, produtor cinematográfico que não nos deixa indiferentes. Sabe-se que foi demitido da sua função de ilustrador de um jornal por falta de imaginação e criatividade. No entanto, este facto não o inibiu de conquistar uma carreira brilhante na Hollywood.

 

Resumindo, deves interiorizar os teus objetivos, analisar as tuas falhas, pesquisar as possíveis soluções e aplica-las de forma gradual. Não esquecendo que se trata de uma metodologia sujeita a melhoria e renovação contínua das ferramentas a aplicar. É importante perceber que todos temos imperfeições e todos cometemos erros no dia-a-dia. Apesar disso, o melhor que podemos retirar de sermos seres humanos é podermos aprender e melhorar com isso. Sabendo que cada passo dado, certo ou errado nos levarão a tudo o que precisamos.

Não te esqueças de deixar o teu comentário com dúvidas e sugestões.

Grande Abraço,

Eduardo Torgal.