3 Razões Para Não Acreditares Nos Teus Pais

 

Quando estamos apurar a nossa personalidade segundo o Eneagrama há algumas questões recorrentes:

Será que eu sou de certa personalidade porque os meus Pais me educaram de uma certa maneira?

Será que se eu tivesse vivido noutra família e noutro contexto social teria um outro perfil de personalidade?

E até que ponto eu acho que sou assim porque a minha  Mãe ou o meu Pai me falou?  

3 Razões Para Não Acreditares Nos Teus Pais.
3 Razões Para Não Acreditares Nos Teus Pais.

Existem pelo menos 3 razões para não acreditares naquilo que os teus pais falaram acerca da tua personalidade.

1 – Porque muitas vezes eles estão a falar de como eles são.

2 – Porque muitas vezes eles estão a falar de como eles gostaria de ser.

3 – E porque tu és uma pessoa diferente deles.

Para facilitar a entender tudo isto eu conto minha historia pessoal.

Quando eu nasci eu era uma Laranja, o meu Pai um limão e a minha mãe uma manga. Sempre que eu fazia algo o meu Pai chegava perto de mim e dizia: Eduardo tens de ser mais amargo. O mundo lá fora não está para facilidades. Quando cresceres tens de te saber defender.

E como laranja tu ficas demasiado doce o tempo todo, ele dizia. Isso não vai facilitar a tua Vida. Por outro lado a minha Mãe dizia: Eduardo, tens de ser mais doce, se não como é que as pessoas te vão aceitar? O mundo tem de ver a tua doçura. E tu és doce. Precisas de mostrar mais essa doçura para o mundo. Só assim o mundo te vai aceitar.

E eu cresci pensando e agindo para ser uma laranja um pouco mais doce por vezes daquilo que era minha natureza, e por outras um pouco mais amargo, em especial em momentos em que me necessitava de “defender”, como meu Pai me iam ensinando.

Isso criou meu carácter e minha forma de ser.

Por isso atraiu as pessoas que gostavam desse Eu que oscilava entre o doce de manga e amargo de limão.

Até que houve um dia que a minha laranja acabou dando os seus próprios frutos. Coisas que eu mesmo tinha dado origem. Fruto do meu fruto. E eu não gostei. Achava que aquele fruto não era Eu.

Só mais tarde eu descobri que aquele fruto era o único que eu era de verdade. Por isso passei a gostar cada vez mais de mim como laranja e do fruto do meu laranjal.

Descobrir a nossa personalidade é também uma forma de descobrir o nosso fruto, os seus sabores e talentos naturais. E muitas vezes também o abrir para um mundo de oportunidades tantas vezes fechadas por aceitar percepções nossas, que não são reais.

O Eneagrama é um mapa que traz, com uma verdade confortante, 9 formas de pensar, sentir e agir, o que nós somos na nossa personalidade e na nossa essência.

Por isso nos permite ver com clareza o mapa da nossa natureza, o mapa que nos pode apoiar a viajar na nossa Vida pessoal e profissional com mais identidade e verdade connosco mesmos e com os outros.

Grande Abraço,

Eduardo Torgal.

PS: Se ainda não sabes a tua personalidade faz o nosso teste gratuito neste link.