A Importância do Foco no Trabalho

Olá coach

 

De certeza que já leste em muitos sites e blogs artigos sobre a importância do foco na vida profissional.

 

Entenda a importância do Foco no Trabalho.

Colorful sticky notes on a gray wall

E não é em vão: de facto, a capacidade de mantermos o nosso cérebro concentrado única e exclusivamente numa determinada tarefa é uma competência cada vez mais valorizada no contexto laboral.

 

Porquê esta ênfase no foco? Não será o multitasking sinónimo de maior produtividade?

 

Na verdade não.

 

Os profissionais concentrados numa única tarefa conseguem resultados mais eficazes e alcançam mais facilmente as suas metas pelo simples facto de não dispersarem a sua atenção por meia dúzia de coisas diferentes.

Dessa forma conseguirem realizar as tarefas com muita mais qualidade e menos cansaço.

Close-up of a person's hands on the keyboard of a MacBook

No final do dia sentir-se-ão motivados ao verificar como conseguiram ser produtivos e ainda assim manter os seus níveis de energia.

Pelo contrário, a dispersão durante o trabalho produz os resultados exactamente opostos:

Cansaço mental e físico e frustração porque não se conseguiu produzir o que se desejava.

Algumas das dicas mais eficientes com vista a manter o foco durante o trabalho prendem-se com a definição de prioridades, a concentração na rotina, o cálculo do tempo necessário para executar cada tarefa e a realização de pequenas pausas ao longo do dia.

A man staring at office notes on lockers.

Percebe-se porquê: afinal, a definição das prioridades e a estimativa do tempo necessário à realização das tarefas ajudam a gerir este precioso recurso, as rotinas auxiliam a concentração e as pausas ajudam a “refrescar” o cérebro.

 

Tudo atitudes fundamentais no combate à dispersão.

A man reading in an office directly sitting and facing towards the window flooded with rays of sunshine

Muito bem. Mas como é que tu, enquanto coach, poderás tirar partido das ferramentas que tens ao teu dispor para te manteres concentrado no trabalho?

Fazendo uma analogia com a medicina, é lógico que o primeiro passo para a cura é realizar um diagnóstico do estado de saúde do paciente para descobrir o mal e posteriormente prescrever o tratamento necessário.

Do mesmo modo, poderás usar o perfil comportamental para – como o próprio nome indica – avaliar o teu comportamento e descobrir porque precisas de melhorar e como o podes fazer – neste caso concreto, o que leva à dispersão e como é possível corrigir esse problema.

Podes também usar a definição de metas e a identificação da tua missão de vida como poderosos auxiliares na descoberta do que te move e desta forma serás capaz de organizar o teu tempo em função disso, rejeitando as distracções externas.

 

Lembra-te sempre que a função do coaching é guiar na solução dos problemas e não proporcionar soluções já prontas.

 

A mudança terá sempre de partir do teu cliente. Mãos à obra!

 

Um grande Abraço
Eduardo Torgal